centro de conhecimento esab

Como escolher uma máquina de Corte plasma CNC?

15/Maio/2014

Bom, não vamos dizer a máquina de qual fabricante você deve adquirir, mas pretendemos discutir algumas das questões e considerações que você deve buscar as respostas antes mesmo de começar a procurar uma máquina. Ter isso esclarecido com antecipação ajudará você a obter a máquina apropriada para sua oficina, independente do fabricante.

Etapa 1: Dimensão da chapa
Comece descobrindo o que você precisa cortar. A questão mais importante é o tamanho máximo da chapa – você corta chapas de 4’ x 8’, 8’ x 10’ ou 10’ x 40’? A dimensão da chapa é o ponto de partida para decidir qual modelo de máquina você necessita. Cada modelo de máquina é projetado para abranger uma série de diferentes tamanhos de chapas, mas se você for além de um determinado ponto, será forçado a optar por um modelo de máquina maior. Isso é apenas a realidade da estrutura da máquina e o tamanho do "pórtico". Ninguém quer uma máquina de 4’ x 8’ com um modelo de pórtico que é grande o bastante para alcançar 30' de largura - isso não seria econômico.

A espessura máxima de chapa também é utilizada para determinar qual modelo de máquina você necessitará, visto que alguns modelos são limitados pelo tamanho do plasma que podem suportar, ou a espessura máxima que podem transpor.

A próxima fase da equação é saber quantas chapas você precisa cobrir. A maioria das máquinas de corte é dimensionada para cobrir uma única largura de chapa. Mas algumas oficinas de alta produtividade ou centros de serviços para aços, podem exigir uma máquina com largura suficiente para cortar 2 chapas lado a lado. Você será forçado para um modelo maior de pórtico. Da mesma maneira, a maioria das máquinas pode dispor de trilhos longos o suficiente para cobrir uma ou mais chapas frente a frente. No entanto, a largura da máquina é a questão mais importante a ser respondida - segue o motivo: você quase sempre pode adicionar mais trilho, mas não pode tornar a máquina mais larga uma vez que esteja montada.


Etapa 2: Áreas de Trabalho
Outro fator que afeta a dimensão da máquina é a disposição das áreas de trabalho. A máquina mais simples possui apenas uma área de trabalho, o que significa que a mesa de corte é grande o bastante para uma única chapa de cada vez. Mas isso significa que quando você terminar o corte da chapa, a máquina permanecerá ociosa enquanto você descarrega as peças cortadas e os refugos, e então carrega uma nova chapa. Isso está bom para pequenas oficinas ou ambientes de baixa produção. Entretanto, muitas empresas visam aumentar a eficiência da máquina sendo capaz de carregar e descarregar enquanto a máquina está cortando. Aqui está a solução: você tem uma mesa grande ou duas mesas de corte separadas? Mesmo se for uma mesa d'água ou uma mesa com exaustão, você pode optar por qualquer uma das opções.

Algumas vezes, ter uma área aberta entre as mesas é bom para acesso de serviços. Espaço extra entre as áreas de corte também ajuda a evitar colisão da máquina com uma chapa balançando de um guindaste ao tentar carregar a mesa. Portanto, o distanciamento entre uma chapa e outra precisa ser pelo menos a distância de repouso da máquina e mais um pouco. Quanto maior o espaço deixado, maior será a segurança. O problema é que cada pé de comprimento de trilho adicional equivale a maiores custos e uso de espaço de piso, portanto isso é sempre um dilema.


Etapa 3: Ferramentas de Processo
Ter uma boa ideia sobre quais tipos de ferramentas para processo de corte que você precisa também ajudará a filtrar a seleção do modelo de máquina necessário. Você precisa de apenas uma estação de plasma, ou duas? Você precisa de um maçarico de oxicorte, ou talvez 4, ou então 8 deles? Quanto mais ferramentas você necessita, mais larga a máquina fica. E isso não é somente por causa do espaço que cada ferramenta ocupa no pórtico, mas também por culpa do requisito de corte "transversal".

Vamos imaginar uma máquina com 1 tocha de plasma e 4 maçaricos de oxicorte, onde você necessita cortar uma chapa com 10' de largura. Você precisará de uma tocha de plasma para ser capaz de cortar transversalmente a chapa inteira de 10' de largura. Da mesma forma, você provavelmente necessitará de pelo menos 1 dos 4 quatro maçaricos de oxicorte para ser capaz de cortar transversalmente a chapa inteira. Isso significa que você precisará de espaço disponível no pórtico para acomodar lateralmente todos os 4 maçaricos de oxicorte, enquanto a tocha de plasma cobre a chapa. Da mesma forma, você precisará de espaço livre no outro lado do pórtico para acomodar a estação de plasma enquanto uma das estações de oxicorte cobre a chapa. Como pode ser observado, se você começar a adicionar mais ferramentas, como uma 2ª estação de plasma, uma ferramenta de marcação e mais maçaricos de oxicorte, etc., a máquina poderá rapidamente ficar muito grande. E uma estação chanfradora complica ainda mais, porque a maioria das estações chanfradoras ocupa até 24 – 36 polegadas de corte transversal na máquina!


Etapa 4: Não se Esqueça de Considerar o Software
Nunca subestime a importância do software de programação e arranjo. Até mesmo para uma pequena oficina, na qual você não necessite de recursos de arranjo, você ainda precisa ser capaz de gerar códigos de programas para execução do CNC. Atualmente, muitos dos novos CNCs já possuem recursos de programação integrados, como bibliotecas de formas ou editores de programação manuais. Várias delas já têm capacidade de pegar um arquivo CXF ou DWG e realizar "pós-processamento" dele em Código M- e G- para execução do CNC. Mas até mesmo quando você já dispõe de "know-how", você deverá criar e editar esses arquivos CAD para que o CNC os importe. Existem diversas possibilidades, mas o ponto é que a máquina será inútil se você não conseguir gerar os programas para possibilitar seu funcionamento. Então, não se esqueça do software ao planejar a aquisição de um equipamento de plasma CNC.


Etapa 5: Opções
Existem milhares delas. Você terá recursos opcionais sobre o CNC, o sistema de plasma, as estações de oxicorte, o pórtico, o software, a mesa, coletores de pó, e muitos mais. A melhor coisa a fazer é educar-se a respeito de alguns deles antecipadamente, de modo que você possa ter certeza de optar por aqueles que tornarão seu negócio o mais rentável possível. Isso poderá significar obter opções de última geração para aprimorar sua produtividade, ou talvez signifique entender que seu negócio não precise de todos os acessórios, mantendo um baixo custo de investimento. De qualquer maneira, conhecer o que está disponível e saber os custos e benefícios de cada opção ajudará você a tomar uma melhor decisão de compra.

Publicado em Corte CNC , Palavras-Chave CNC, Jato D'água, Laser, Mesa de água, Mesas

x

Encontre o Distribuidor mais próximo

x

x

Loading..